10 de mai de 2013

Picos de crescimento e primeira dentição - Como acalmar o bebê


Tudo começou na minha primeira saída sem a Manoella, fiquei ausente por 5 horas e com o coração na mão, quer dizer, nesse dia deixei todo meu coração em casa, com a minha mãe cuidando dele!
 Quando minha mãe  disse no telefone que ela estava dormindo, mas não quis saber de mamadeira, que só quis chorar e gritar eu só ouvi o "ela não mamou e chorou muito".
Sempre me questionei o porque as pessoas correm para pegar o trem, naquele dia me vi correndo, sentindo angustia, culpa por ter saído sem ela, medo dela estar com fome...
 Cheguei em casa, e ela estava curtindo o colo do papai que tinha acabado de chegar, não pensei em mais nada, só peguei ela no colo, dei o peito, e comecei a chorar!
Se a primeira separação foi triste desse jeito pra mim, não imagino como deve ter sido para ela!
E exatamente depois desse episódio, tudo mudou na nossa vida!
Bagunçou totalmente a rotina do sono, a Manu nunca foi de dormir de dia, seus cochilos duram no máximo 15 minutos, mas a noite estava acordando só uma vez pra mamar, quase no amanhecer, e com essa mudança repentina, começou a acordar várias vezes por noite querendo peito, igual nos primeiros meses!
Estávamos começando a introdução da papinha salgada, e do nada, ela começou a rejeitar todos os tipos de alimento, só queria mamar , quando queria alguma coisa...Começou a fazer cocô mais de duas vezes por dia, em muita quantidade e não queria mais nada na vida, além do meu colo ! ( Não ficava nem na cadeirinha do meu lado, tinha que ser no meu colo!)

Eu lembrei que, quando ela tinha uns 3 meses, ela ficou bem mais apegada a mim, e li na internet que poderia ser a crise dos 3 meses, então fui procurar na internet e bingo!
Existe a crise dos 6 meses, e eu acho que estou passando por ela!
Um pico no crescimento dela, que mistura o medo de me ver ir embora e não voltar mais, de chorar e ver que não sou eu que vou pegar ela no colo ( um trecho sobre o assunto no livro" The Science of Parenting de Margot Sunderland" diz que quando o bebê sofre pela ausência dos seus pais, no seu cérebro ativam-se as mesmas zonas que quando sofre uma dor física. Ou seja, a linguagem da perda é idêntica à linguagem da dor), o alimento ( meu peito) que até a pouco tempo era único não esta mais disponível para ela o tempo todo, a adaptação para conhecer novos alimentos, sabores que ela nunca experimentou, e ainda mais, os dentinhos que estão para nascer !
Deve ser um tanto difícil passar por isso, tão pequenininha né?! Como se não bastasse, nessa fase os dentinhos dela resolveram apontar! E todos os sintomas que ela sentiu depois da nossa primeira separação, devem ter sido também por causa dos dentinhos, os dois inferiores rasgaram juntos!
Para mim essa esta sendo a fase mais cansativa do bebê depois do primeiro mês de vida, já que tínhamos acostumado a dormir praticamente a noite toda, foi muito cansativo voltar a acordar de hora em hora, e de dia, ficar no colo o dia inteiro! Mas temos que ter compreensão com nossos filhotes, é uma fase, e logo vai embora!

O que fazer para acalmar o bebê nessa fase?
Andei pesquisando, e encontrei várias coisas para acalmar o bebê na chegada da primeira dentição, mas primeiro vou dizer que para acalmar o bebê na crise dos 6 meses não existe nada mais importante do que dar carinho,colo e ter muita compreensão, sempre, não existe melhor remédio do que o amor !

Mordedores: Para aliviar a coceira da gengiva, tenho um mordedor em gel, que antes de oferecer pra Manu, eu coloco no congelador, e quando ela morde, anestesia a gengiva, de forma natural! ( nada de passar aqueles cremes na gengiva do bebê, sou super contra!)

Cravo: Mais um anestésico natural, e só espremer o cravo e passar na gengiva do bebê!

Camomila: Calmante natural, nada como um chá de camomila ( sem açúcar por favoor!) para acalmar os ânimos ou um banho de balde com camomila, o pediatra da Manu receitou Chamomilla radix ( Weleda)  a base de camomila também, ou seja camomila é tudo de bom!! Recomendo muito!

Colar de Âmbar: Nunca usei, mais confesso que fiquei curiosa depois que li sobre esse colar para bebês. Dizem que as pedras do colar tem fortes poderes curativos, absorvem as energias negativas e tranquilizam os bebês na fase da primeira dentição. Porém nada foi cientificamente comprovado!
Foto tirada do blog: http://ohsohuggable.blogspot.com.br


Higiene : Importante começar a higienizar a gengiva do bebê com gaze, eu tenho o Oral Care Rabbit da Mam, é só deslizar o dedo na gengiva do bebê. E marcar a primeira consulta com o odonto pediatra para tirar duvidas restantes !

Aqui tudo isso está durando uns 20 dias, a Manu voltou a comer, sai outras vezes e ela se acostumou, mas ainda está muito carente, para curar isso, só o colinho da mamãe aqui!

Espero poder ter ajudado alguém a sobreviver nessa fase cansativa e difícil!

3 comentários :

  1. to só me preparando pra essa fase!!!
    a minha sorte é q decidi mesmo ficar esse primeiro ano, pelo menos, em casa... pq não tenho com quem deixar o Gu...
    muito amor, carinho e paciência!!!
    colinho o tempo todo...
    aqui o Gu não fica em carrinho, a não ser pra sair pra lugares longe ou q eu vá ficar muito tempo...
    post esclarecedor!
    beijos na Manu!
    ;*

    ResponderExcluir
  2. Estou passando pelo mesmo aqui em casa com o meu bb de 06 meses... tá mto enjoadinho, com febre...tem dois dentinhos nascendo! Adorei as dicas! bjs Camila Vaz #recantocomenta

    http://mundodepalavras.wordpress.com/2013/05/10/maternidade/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem alguma outra coisa que vc está fazendo para amenizar essa fase, que eu não publiquei aqui??

      Excluir